sábado, 3 de outubro de 2009

O caso do cara de 30

4 Comments

Eu sabia que essa história do cara de 30 anos que já tinha sido casado duas vezes e era lindo de morrer não ia dar certo. Tá! Admito. Lindo de se olhar ele era mesmo.
Ele chegou já todo a vontade e não tinha ido sozinho. Um amigo tipo "Zé Mayer", sabe? E a minha amiga logo esqueceu que eu estava na mesa.. Tá! Pra eu não ter que ir embora ouvindo ela falar que eu sou difícil demais, que eu não dou abertura pros caras e tals, ativei a personalidade mais simpática que eu encontrei dentro de mim. Doce ilusão... que eu encontrei
.
o Zé: então quer dizer que você é a tal "Maria Cristina" que a Norma tanto fala?
a coitada aqui: Maria Cláudia! (o sorriso arranjado já tinha desarmado)
o Zé: Ah sim! desculpa. Mas os 2 nomes começam com C né?! Quase a mesma coisa..
eu: Ah tááaaaaaaaa (pra não render!)
o Zé: Mas é verdade. Meu nome é José e do meu irmão João. Lá em casa a gente nem liga mais. Todo mundo troca os nomes apesar do meu irmão não ter nada a ver comigo. Ele é a parte ruinzinha da família, sabe como é né?! O "pega ninguém" lá de casa.
eu: Pffff... e você é o pegador, eu suponho... (kkkkkkk... me ajuda que eu tenho problema, né??!)
o Zé: Ponto pra você lindinha! Gostei de ver!
..
Hãn? Gostou de ver? O que? heeeein? E eu tenho idade pra ficar dando moral pra homem-casquinha. Por que se por fora o cara agrada, por dentro é "oquinho" da silva. Enquanto isso Norma no maior love com o Zé Mayer cover. E o brucutu tentando aparecer pra mim de todas as formas. Só que essa hora, já era - a noite pra mim também. E só ele não percebia. Ficou contando dos seus casamentos mal sucedidos, das vezes que namorou 2 mulheres ao mesmo tempo, blá blá blá. Delicadamente, pedi licença a ele e disse que ia ao banheiro. E ele nunca mais me viu. O pior: pegou meu celular com a Norma e dia desses 7h da manhã me manda uma mensagem:
.
"Danadinha, não aguentou a pressão ontem, né?! Eu entendo, aliás, tô acostumado a assustar as mulheres. Mas precisa ficar assim não. Te ligo no fds pra gente tomar um chopp e bater mais papo. Adorei você sua fujona! Beijãozão."
.
Uiii! O número do celular dele! Como é que eu poderia perder a chance de gravar o número do semi Deus-grego? Gravei na hora - NÃO ATENDER JAMAIS NESSA VIDA. afff...

4 comentários:

Viviane Lima 13 de outubro de 2009 15:38

Dê-me uma alavanca e um ponto de apoio e levantarei o mundo

Arquimedes

BfVR 14 de outubro de 2009 16:02

Hahaha!
Muito boa a história... Comigo já aconteceu algo parecido, mas o dito cujo tinha mais de um número e eu, desavisada, sempre o atendia!
Abraços,
Bárbara Rubim

Roberta 16 de outubro de 2009 05:45

Este comentário foi removido pelo autor.

Nossos Disfarces 16 de outubro de 2009 05:47

Meninas!!! Obrigada pelos comentários!
Ficamos felizes em ver vocês por aqui... Vocês não perdem por esperar!

Voltem sempre!
Beijoss ;*
Maria Cláudia

Postar um comentário